Comprar Cranberry em pó - Catarinense - 30 Sachês de 6g ficou muito fácil com a Fármaco Pharma, sua farmácia online. Diversos produtos para você receber diretamente na sua casa.
Catarinense
Product ID: 1145
Product SKU: 1145
New In stock />
Cranberry em pó - Catarinense - 30 Sachês de 6g
Ambiente Seguro Ambiente Seguro

Cranberry em pó - Catarinense - 30 Sachês de 6g

Marca: Catarinense Referência: 7896023711398

Na compra desse produto ganhe 100pontos
Carregando...
Simulador de Frete
- Calcular frete


 

Sabe-se que o fruto cranberry é conhecido pelo seu sabor ácido, entretanto o Cranberry Catarinense foi desenvolvido para oferecer uma bebida de sabor frutas vermelhas agradável ao paladar. O Cranberry Catarinense é um produto de preparo instantâneo, sem adição de açúcares e ainda com baixo teor de calorias. O Vaccinium macrocarpon, cujos frutos são popularmente conhecidos como cranberry, possui uma quantidade de PAC?s do tipo A elevada em relação à outras frutas, como: Ameixa, Amora, Blueberry, Framboesa, Maçã, Morango e Uva.6 A proantocianidina A possui uma potência antioxidante 20 vezes maior que a vitamina C e 50 vezes mais potente que a vitamina E.

 

Contém

Cranberry em Pó

 

Não contém

Açucar

Glúten

 

Ingredientes

Amido modificado, cranberry em pó, acidulante ácido cítrico (INS 330), aroma idêntico ao natural de frutas vermelhas, espessante goma xantana (INS 415) e edulcorante artificial sucralose (INS 955). NÃO CONTÉM GLÚTEN

 

Quantidade

30 sachês com 6g cada

 

Recomendações de Uso

Dissolver o conteúdo do sachê de 6 g em 200 mL de água filtrada ou fervida e mexer até a completa dissolução. Recomenda-se consumir 1 sachê ao dia.

 

Finalidade do Uso

Sabe-se que o fruto Cranberry é conhecido pelo seu sabor ácido, entretanto o Cranberry Catarinense foi desenvolvido para oferecer uma bebida de sabor frutas vermelhas agradável ao paladar. O Cranberry Catarinense é um produto de preparo instantâneo, sem adição de açúcares e ainda com baixo teor de calorias.

 

O Cranberry (Vaccinium macrocarpon) é um fruto vermelho abundante na costa leste dos Estados Unidos da América, usado com fins alimentícios desde o século XVII e objeto de estudo, desde há várias décadas.

 

A história do Cranberry inicia-se basicamente com os índios nativos norte-americanos utilizando-o na dieta devido aos seus efeitos benéficos para a saúde. Em 1961, peregrinos introduziram esse fruto no dia de ação de graças, passando a fazer parte da ceia junto com carne de peru e lagostas.

 

O Vaccinium macrocarpon é um arbusto perene da família Ericaceae e do gênero Vaccinium, de folhas pequenas e flores de cor rosa escura. Seu fruto é uma baga inicialmente de cor branca, mas que se torna vermelho-escuro quando completamente maduro, sendo comestível, de sabor adocicado e levemente ácido. O suco de seus frutos é amplamente consumido, possuindo as antocianidinas como classe majoritária.

 

Este fruto é composto por água, ácidos orgânicos, glicose, vitamina C, frutose e um tipo específico de flavonoides, as proantocianidinas (PAC?s), um subtipo de taninos. As PAC?s possuem uma ligação do tipo A interflavonóide, portanto, são chamadas de proantocianidinas do tipo A e representam cerca de 94,5% das PAC?s presentes no fruto.

 

O Vaccinium macrocarpon, cujos frutos são popularmente conhecidos como cranberry, possui uma quantidade de PAC?s do tipo A elevada em relação à outras frutas, como: Ameixa, Amora, Blueberry, Framboesa, Maçã, Morango e Uva. 6 A proantocianidina A possui uma potência antioxidante 20 vezes maior que a vitamina C e 50 vezes mais potente que a vitamina E.

 

Recomendações e advertências

Cranberry Catarinense. Categoria de alimento dispensado de registro conforme Resolução RDC 27/2010. Consumir este produto conforme a recomendação de ingestão diária constante da embalagem. Gestantes, nutrizes e crianças até 3 anos, somente devem consumir este produto sob orientação do nutricionista, médico ou farmacêutico. Referências: 1 ? PINA, A. et al. Arando na profilaxia das infecções urinárias recorrentes: revisão baseada na evidência. Rev Port Clin Geral 2011;27:452-7. 2 - DESSÌ, Angelica; ATZEI, Alessandra; FANOS, Vassilios. Cranberry in children: prevention of recurrent urinary tract infections and review of the literature. Brazilian Journal of Pharmacognosy, Cagliari, v.21, n.5, p.807-813, set./out. 2011. 3 - JEPSON, Ruth G.; WILLIAMS, Gabrielle; CRAIG, Jonathan C. Cranberries for preventing urinary tract infections. Sao Paulo Med J, São paulo, v. 131, n. 5, p.363, 2013. 4 ? SANTANA, D.G. Evidências científicas sobre o uso de plantas medicinais e avaliação do extrato de cranberry (Vaccinium macrocarpon) na pancreatite aguda experimental ? São Cristóvão, 2017. 145 f.: il. Tese (doutorado em Ciências da Saúde) ? Universidade Federal de Sergipe, 2017. 5 - ROLLO, Ana Cristina Castro de Almeida. O sumo de arando e a sua utilidade na criança com infeção urinária. 2014. 38 f. Monografia (Mestrado Integrado em Medicina) - Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Portugal. 6 - GUPTA, K.; CHOU, M. Y.; HOWELL, A.; WOBBE, C.; GRADY, R.; STAPLETON, A. E. Cranberry Products Inhibit Adherence of P-Fimbriated Escherichia Coli to Primary Cultured Bladder and Vaginal Epithelial Cells. J Urol., EUA, v.177, n.6, p.2357-2360. 7 ? PALMA, P. Cistite na Mulher. Revista Brasileira de Medicina, Campinas, v. 70, n. 10, p. 350-357, 2013.



Porção de 6 g (1 sachê)

Quantidade por porção

% VD (*)

Valor Energético

20 Kcal = 84 KJ

1%

Carboidratos

5,0 g, dos quais:

2%

Açúcares

0g

**

Não contém quantidades significativas de proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio.

* % Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8.400KJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.** VD não estabelecido

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

    Receba descontos especiais e ofertas exclusivas em seu e-mail